TRANSLATE JORPS TO YOUR LANGUAGE

domingo, 24 de junho de 2012

JORPS ESPORTES - 6ª EDIÇÃO


SEGUEM ABAIXO OS TEXTOS SOBRE CRUZEIRO E ATLÉTICO (MG) APÓS A 6ª RODADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO DE 2012


ENFIM O TOPO -Por Samuel Fagundes

O Cruzeiro conseguiu sua 4ª vitória consecutiva no Campeonato Brasileiro de 2012 e assumiu a liderança da tabela. O time vem mostrando uma evolução muito grande após a chegada do técnico Celso Roth, que apesar de ter  um estilo bem defensivo, vem conseguindo fazer com os jogadores do atual elenco rendam bem. Porem, no meu modo de ver, ainda precisamos de reforços, principalmente no ataque. O  time se manteve invicto e com isso está com 1 ponto de diferença  para o 2° colocado. Obviamente que estamos ainda no inicio do Campeonato e ainda tem muita coisa para acontecer, mas com certeza esses pontos  iniciais serão de suma importância no decorrer da competição. É a famosa "gordurinha", que todos os times querem ter e nós temos, então vamos aproveitá-la. Seguem abaixo, algumas observações sobre o jo56go contra o time do Vasco.

1° TEMPO
O time mais uma vez começou tendo apenas Montillo como armador, o que comprovadamente faz o Cruzeiro ficar sem ligação com o ataque. Wiliam Magrão jogou como titular e em minha opinião não acrescentou nada ao time. Quando foi contratado, li e vi alguns jornalistas esportivos dizendo que ele também teria características de um meio campo armador. Se ele sabe atuar desta maneira, não quis demonstrar isso neste jogo contra o Vasco. A única vez em que percebi sua presença em campo foi no 2° tempo e como estou falando do 1°, deixo o comentário para esse lance em especifico para os textos mais abaixo.

Assim como nos últimos jogos, o Cruzeiro começou tomando pressão do time adversário, a primeira chance ocorreu aos 25 minutos, numa jogada de contra ataque em que infelizmente Fabinho estava impedido. Neste momento, os dois atacantes estavam totalmente desaparecidos e quem se destacava no time celeste, para variar, era Montillo, com sua técnica e raça. Mais uma vez, o juiz chama a atenção, a diretoria do Cruzeiro tem que ficar esperta, os juízes vem "errando" muitas vezes e esses "erros" só acontecem contra o nosso lado.

Quando chegávamos a quase 40 minutos de partida, o Cruzeiro começou a render mais, isso também vem acontecendo nas ultimas partidas, algo que foi muito bem definido pelo meu amigo atleticano Lucas Cachorrão; é a estratégia "Rocky Balboa" de se jogar futebol.  Segura o time adversário, de maneira que este se cansa de tanto atacar sem sucesso e então aproveita um bom contra ataque. Foi o que o Cruzeiro fez e por sinal vem fazendo, aproveitou uma falha do Vasco e em poucos toques abriu o marcador, com um golaço do craque Montillo.

2° TEMPO
Outro fato que vem sendo recorrente, é que os jogadores do Cruzeiro, vem tendo um melhora muito grande do1° para o 2° tempo. Um grande exemplo, é Wellington P. que parece precisar ouvir um sermão do Celso Roth no vestiário para poder jogar bola, pois até então, ele vem fazendo um péssimo 1° tempo, porem volta jogando muito bem. Tanto, que nos dois últimos jogos ele fez dois golaços, ambos no 2° tempo. O ultimo foi algo que eu realmente duvidei que ele faria, mas foi uma pintura. Tenho certeza que a torcida do Cruzeiro gostaria de ver Wellington P. jogando bem nos dois tempos, e espero que isso aconteça.

Após o gol raro do Paulista, outro fato que eu não imaginava ver aconteceu, Fábio, o melhor goleiro do Brasil, saindo bisonhamente em uma bola fácil, o que propiciou o gol do Vasco, que talvez poderia ter sido evitado, se não fosse pela falta de recursos dele... Wiliam Magrão. Sabe se lá porque, o infeliz tentou tirar um bola que vinha consideravelmente lenta, com a cabeça, sendo que se ele se esforça um pouco, facilmente tiraria com o pé. Após  o gol, o Cruzeiro se acuou e mesmo com a entrada de Sousa, o Vasco foi para cima e fez uma pressão muito grande, inclusive ajudado pelo juiz, que não marcou algumas faltas e inverteu outras, o típico juiz caseiro.

Alem do juiz, eu que acompanhava o jogo pela globo SporTV, tive de aturar a total parcialidade do comentarista desta mesma emissora. É incrível como jornalistas que deveriam ser imparciais, nem se quer se esforcem para ser, algo que me envergonha enquanto jornalista. Mas mesmo contra o juiz e certas emissoras cariocas, o Cruzeiro ampliou o placar, fazendo 3x1 com gol de Anselmo Ramon.

PROXIMO JOGO
Com essa vitoria, assumimos a liderança da tabela, e agora temos de preparar o time para receber o São Paulo, na nossa nova casa, o Independência que é azul! Espero que o time continue nessa evolução e assim se mantenha no lugar que lhe é de direito, o topo da tabela.


                         =====================

E O HOMEM INVISÍVEL ENFIM SE TORNOU VISÍVEL - Por Eurico Santos Silva

O Galo venceu por 5 a 1 o Náutico em jogo em que os jogadores criticados foram os destaques da partida. Mais uma vez a Arena Independência em Belo Horizonte recebeu um grande público que acompanhou a vitória alvinegra na noite de sábado. A partida foi valida pela sexta rodada do Brasileirão 2012.

E O (QUASE) IMPOSSÍVEL ACONTECEU
A partida iniciou de forma eletrizante com o GALO partindo para cima e logo marcando o primeiro Gol. Em boa jogada do time todo Bernard recebeu lançamento, fintou o zagueiro com o corpo e bateu, forte!!! Para marcar o primeiro gol da noite.

E O GOLEIRO FALHOU (COMO SEMPRE)
Mas o primeiro gol do GALO não deu a tranqüilidade que o time espera para o resto da partida. Em lance de escanteio Geovanni falhou. O arqueiro, que vinha bem nas outras partidas, acabou cometendo erro grosseiro na saída do gol, cortou mal e a bola sobrou para o jogador do timbu que cruzou para a pequena área onde estava Araújo que só teve o trabalho de empurrar a bola para as redes do gol vazio.

TIME MANTÉM RITMO E R49 MARCA O PRIMEIRO GOL COM A CAMISA ATLETICANA
Mesmo a ducha de água fria que significou o gol do Náutico o time alvinegro permaneceu muito bem postado em campo e partindo para cima do adversário. Aos 35 minutos Jô caiu na área e o juizão caiu na conversa. Não foi pênalti. R49 cobrou a penalidade e marcou o seu primeiro gol com a camisa galense em seu primeiro jogo diante da torcida. Festa geral.

E O HOMEM INVISÍVEL APARECEU
Danilinho, o homem invisível, que nas partidas anteriores servia muito mais como uma peça dentro do esquema de Mestre Cuca, atuando como falso ponta, falso meia, falso volante, falso lateral e falso jogador, enfim deu o ar da sua graça, e apareceu para o jogo. Não se escondeu, procurou, batalhou e fez o que se espera dele, gols. O primeiro foi sem querer, cruzou para o meio da área e o zagueiro do Náutico tentou cortar a bola, mas acabou acertando as próprias redes. 3 a 1 e o intervalo.

SEGUNDO TEMPO...
O segundo tempo chegou e o time continuou tranqüilo e muito bem postado em campo, alias essa é uma marca dos times comandados por Cuca. Em raro momento iluminado Danilinho marcou seu segundo gol no jogo. Os 4 a 1 já serviria para apaga um pouco a apática derrota para o São Paulo na semana anterior mais ainda viria mais um tento. Após cobrança de escanteio de R49, Damian Escudero dominou a bola já na pequena área, após falha do zagueiro do Náutico que errou o tempo da bola e não consegui a cabeçada, e só teve o trabalho de tirar do goleiro e encerrar os trabalhos da noite.. 5 a 1. Goleada indiscutível.

HOMEM VISÍVEL E DA PARTIDA.
Vamos ser justos e coroar o empenho e a grande noite de Danilinho. Que continue assim.

PIOR DA PARTIDA
Giovanni, que falhou no único gol do timbu na noite. Mas a torcida atleticana sabe que ele é um goleiro apenas mediano, precisamos de um goleiro de topo para almejar algo maior no final do campeonato.

BRASILEIRÃO 2012 DOMINADOS PELOS MINEIROS
O Cruzeiro segue líder com 14 pontos, na cola vem o GALO com 13. Que os times mineiros continuem assim, sempre, é muito bom para o futebol das Minas Gerais. Próximo domingo é a batalha no olímpico contra o Grêmio de Porto Alegre. Será uma guerra. Mas até a pé nos iremos para mais uma peleja. 


Nenhum comentário:

Postagens populares