TRANSLATE JORPS TO YOUR LANGUAGE

domingo, 22 de julho de 2012

JORPS ESPORTES - 11ª EDIÇÃO



SEGUEM ABAIXO OS TEXTOS DE CRUZEIRO E ATLÉTICO MG APÓS A 11ª RODADA DO CAMPEONATO BRASILEIRO DE 2012



MAIS UMA VITORIA - Por Samuel Fagundes

Bom, eu infelizmente não pude acompanhar o jogo de Cruzeiro X Flamengo na integra, vi somente a partir dos 35 minutos do segundo tempo. Nesse momento, o time já vencia por 1 a 0 e tomava uma pressão enorme do time carioca. Como eu não vi, o que vale pra mim são os 3 pontos. Eu  poderia simplesmente vir aqui e fazer comentários em cima dos melhores momentos ou até mesmo baseando me em outros comentários já feitos, mas isso não é do meu feitio e não irei fazê-lo.

RIQUELME
Como não vi o jogo, vou falar sobre outras coisas, como por exemplo o cancelamento da contratação do jogador argentino Riquelme. Na minha opinião, se a contratação ocorresse, nada mais seria do que uma jogada de puro marketing, pois o jogador pode até ter sido um craque, mas atualmente esta mais para jogador que aposentou e esqueceram de avisá-lo. Coisa que foi claramente percebida na final da libertadores de 2012. Então, acho que foi melhor que Riquelme não tenha vindo, pois mesmo que vendesse muita camisa, ainda seria um peso morto no time, sem contar com os 500 mil pagos a cada mês.

BASE
O pouco que assisti do jogo, vi que Welber, jogador da base estava em campo, mas não vi o Lucas, que jogou muito bem na partida contra a Portuguesa. Celso Roth tem que mesclar a base com esses jogadores mais experientes, para não chamá-los de velhos, e assim, formar um time forte para que o Cruzeiro esteja no lugar que merece, o topo da tabela.


===========================

GOLEADA ALVINEGRA NAS TERRAS DE PERNAMBUCO - Por Eurico Santos Silva.

No ultimo sábado, o GALO foi à linda cidade de Recife encarar o leão da Ilha e venceu o Sport por 4 a 1. Em noite magistral de Bernard.

PRIMEIROS TRINTA MINUTOS PARA ESQUECER
Massa atleticana os primeiros trinta minutos do GALO nesse jogo são para esquecer. O time não se encontrou em campo e sucumbiu perante a marcação do Sport. O GALO não se encontrava em campo, não tocava a bola e a já decantada tranquilidade do time comandado por Cuca mais uma vez seria colocada à prova.

Jogando em casa e no embalo da torcida o Sport partiu pra cima do líder do campeonato brasileiro 2012. O sistema defensivo do GALO não se encaixou nos primeiros trinta minutos, principalmente pelo lado esquerdo, de Junior César e Bernard. O GALO passou a errar passes bobos e tentar a ligação direta com o Jô Balada.

Aos 25 minutos o GALO não resistiu e foi justamente pelo lado esquerdo que o time levou o primeiro gol da partida. Cicinho recebeu livre e chutou cruzado; a bola passou por todo mundo e Gilberto só teve o trabalho para empurrar para as redes. 1 a 0 Leão.

O MAJESTOSO BERNARD ACORDA
Depois do gol, a torcida animou ainda mais o time do Sport que foi para cima, mas a exemplo de outros jogos o time do GALO manteve a tranqüilidade e melhorou, e muito depois do gol sofrido.  Jogando como deve jogar um líder o time foi para cima buscando reverter o placar. E aos 33 minutos do primeiro tempo, Bernard acordou. O jovem recebeu pelo lado esquerdo e partiu em disparada em direção a área e tocou para Ronaldinho, que se atrapalhou um pouco e chutou prensado pelo zagueiro do Sport e pelo arqueiro Magrão. No bate rebate a bola sobrou livre para Danilinho deixar tudo igual nas terras pernambucanas.

SEGUNDO TEMPO: BERNARD DESFILA TODA SUA CLASSE
Temos enfim uma revelação de qualidade. Uma já realidade. Menino Bernard, que seria o responsável pela vitória alvinegra. O GALO voltou melhor e logo aos 2 minutos Danilinho teve oportunidade de virar o placar. O time, como sempre se impôs perante o adversário, e mesmo fora de casa já tinha maior posse de bola.

RESPEITA O LÍDER MAGO MANCINI
“Mago” Wagner Mancini, o treinador do Sport, parecia que não estava enfrentando o líder do campeonato. E resolveu abrir o time e partir para cima do GALO. Sacou Marquinhos Paraná e colocou Gilsinho, mais um atacante. O Sport que já atuava em um 4-3-3 partiu para o tudo ou nada. E com Bernard em campo, a tática do Mago tornou-se suicida. Logo aos 14 minutos, Bernard recebeu livre pela esquerda e tocou para Ronaldinho. O mágico da bola arrancou, balançou na frente de Edcarlos e bateu cruzado, alto para virar o placar para o time galense.

A partir daí só foi festa atleticana. Aos 22 minutos Bernard recebeu grande bola de Ronnie 49, enganou o marcador e já na linha de fundo cruzou com perfeição para Jô, que agora é Jô Maravilha, que de queixo no ombro estufou as redes rubro negras... 3 a 1 e a vitória estava consolidada.

Mesmo assim o GALO não se deu por satisfeito. Logo aos 27 minutos Danilinho dividiu uma bola com Magrão, o rápido atacante do GALO conseguiu ficar com a bola e rolar para Bernard, que da entrada da área fez uma pintura. Colocou com toda categoria e classe por cobertura. 4 a 1.

LÍDER E COM 84,9% DE APROVEITAMENTO
Não há piores jogadores na partida de hoje. E o grande jogador só pode ser um: Bernard em noite inspirada foi o grande alicerce que o GALO usou para construir o placar. Agora já são 9 vitórias em 11 jogos. Com um aproveitamento excelente de quase 85% dos pontos disputados. A noite só não foi melhor porque o vice-líder, Vasco da Gama, venceu o Santos por 2 a 0 no Rio de Janeiro e atingiu os 26 pontos. O Santos será o próximo adversário do GALO, quinta feira em Belo Horizonte. Vamos GALO.

Nenhum comentário:

Postagens populares